• darkblurbg
Disfunção Miccional Infantil : Enurese
É definida como perda involuntária de urina durante o sono, pelo menos duas vezes por mês, em crianças com mais de 5 anos de idade, podendo manifestar-se durante o dia ou à noite. A Enurese pode ser primaria, quando a incontinência ocorre desde o nascimeto, ou secundária, quando se manifesta após a criança ter adquirido o controle da micção por pelo menso 6 meses.
 
As causas são variadas mas podem estar relacionadas a fatores orgânicos, genéticos, distúrbios do sono e fatores psicológicos. 
 
As crianças com enurese devem ser tratadas a partir dos 5 anos de idade e algumas regras devem ser recomendadas: modificar o habito urinário, evitar ingestão hídrica uma hora antes de dormir e urinar sempre antes de deitar. O tratamento da enurese em crianças é complexo e deve ser individualizado conforme a aceitação da criança e dos familiares, com auxilio de alarmes, tratamento farmacológico e fisioterapêutico.
 
FISIOTERAPIA
 
O ganho de força e a resistência muscular é o objetivo principal desse tratamento, pois favorece a consciência, por meio da contração e do relaxamento dos músculos do assoalho pélvico (MAP), abdominais, adutores de coxa e glúteos. Com isso há um conhecimento dos movimentos executados durante a micção e a competência do assoalho pélvico. As crianças desenvolvem habilidade de contração voluntária do esfíncter externo a cada ano de vida, sendo solicitado no inicio e no final da micção. Sendo ainda, extremamente importante o relaxamento desse esfíncter para a efetividade das contrações da bexiga e sua coordenação no processo da micção. 
 
O fisioterapeuta deve não somente ter conhecimento de aspectos relacionados com o desenvolvimento da criança, mas ter algumas características que\facilitem seu trabalho: como criatividade, paciência, persistência, tranqüilidade e carinho. O envolvimento e a motivação da criança e da família também são muitos importantes para o sucesso do tratamento.